The Martial Arts Bow

The Martial Arts Bow

All About the Bow in Martial Arts –All About the Bow em Artes Marciais


In my opinion, bowing is the most important technique in all of the martial arts. In this post I will explain what the different types of bows are why the bow is so powerful.

 

Na minha opinião, curvando-se é a técnica mais importante em todas as artes marciais. Neste post vou explicar o que os diferentes tipos de curvas são porque o arco é tão poderosa.


Kneeling Bow


This bow is originally from India, and was symbolic of touching your head to the feet of your teacher. This is the greatest respect you can show, as the head is considered the most sacred part of the body, and the feet one of the least sacred areas of the body.

martial arts kneeling bowYou will see this bow most commonly in Japanese martial arts, from the kneeling position called seiza. This bow is a sign of deep respect and humility, as you are bring your head down to your partner, but it is also a sign of trust. You are taking your

eyes off of your partner for a few seconds, trusting that they will not attack you and that they follow the same honor code that you follow.

 

Este arco é originária da Índia, e foi simbólica de tocar a cabeça para os pés de seu professor. Este é o maior respeito que você pode mostrar, como a cabeça é considerada a parte mais sagrada do corpo, e os pés de uma das áreas menos sagrada do corpo.

Você vai ver este arco mais comumente em artes marciais japonesas, a partir da posição ajoelhada chamado seiza. Este arco é um sinal de profundo respeito e humildade, como você é trazer sua cabeça para baixo com o seu parceiro, mas é também um sinal de confiança. Está tirar os olhos do seu parceiro durante alguns segundos, confiando que eles não vão te atacar e que seguem o mesmo código de honra que você siga.

 

 

Covered Fist / Peace Over War Bow

martial arts bow with left hand open left hand open martial arts bow

One bow that you will see more in China but in some Japanese martial arts is the covered fist. The left hand is open, which is symbolic of peace, kindness, compassion, and the softer side of the martial arts (the yin of yin / yang). The right hand is in a fist, symbolic of fighting, self defense, war, strength, fearlessness, and power (the yang of yin yang). The peace hand is on top because the true martial artist seeks peace and meets others with peace. They do not show off their power of their ability to fight- that is hidden, but there if necessary.


The symbolism of the covered fist is probably the best representation of the martial arts, in that it shows the balance of the martial artist on and off the mat: they can be strong or soft when needed, depending on the circumstance. If someone breaks into their house, they will be strong. If a loved one needs a shoulder to cry on, they can be soft. On the mat, they will be strong when exploding into a technique or finishing a technique, and soft in their ability to relax and respond to their opponents force.

 

Um arco que você vai ver mais na China, mas em algumas artes marciais japonesas é o punho coberto. A mão esquerda é aberta, o que é o símbolo da paz, da bondade, da compaixão e do lado mais suave de artes marciais (yin do yin / yang). A mão direita está em punho, símbolo de luta, auto-defesa, guerra, força, coragem e energia (yang do yin yang). A mão de paz está em cima, porque o verdadeiro artista marcial procura paz e reúne os outros com a paz. Eles não mostrar o seu poder de sua capacidade de luta, que está escondido, mas se for necessário.

O simbolismo do punho coberto é provavelmente a melhor representação das artes marciais, na medida em que mostra o equilíbrio do artista marcial e fora do tapete: elas podem ser fortes ou suaves, quando necessário, dependendo da circunstância. Se alguém invade sua casa, eles serão fortes. Se uma pessoa amada precisa de um ombro para chorar, eles podem ser macio. Sobre o tapete, ele será forte quando explodir em uma técnica ou acabamento de uma técnica, e suave em sua capacidade de relaxar e responder às suas forças oponentes.

[span class=”attention”]Editors Note: Due to the oppression in China around all non-state sponsored martial arts, many particioners, their families hid their political views within their bows. Some bows are more elablorate and other simpler, the movements may correspond to specific words relating to the views of the time. Prevalent in family and other off shoots of styles, these associations aren’t found in the generic teachings, but it’s worth a question to your teacher. As much as the bow says about yourself, respect and the art, in different contexts it can also express political views of the time.[/span]

 

 


Open Hands Bow

open hand jiujitsu bow

Probably the most common bow is to bring both hands to the sides where the palms touch the thighs. You will see this in Judo and many other Japanese martial arts, as well as in many Korean systems. The hands being open and flat shows your partner that you do not have a weapon, and as in all the other bows, bringing the head down is a sign of humility and respect.

 

Provavelmente, a curva mais comum é levar as duas mãos para os lados, onde o toque das mãos nas coxas. Você vai ver isso no judô e muitas outras artes marciais japonesas, assim como em muitos sistemas coreano. Mostra as mãos sendo aberta e plana seu parceiro que você não tem uma arma, e como em todos os outros arcos, trazendo a cabeça para baixo é sinal de humildade e respeito.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Two Fists

Kyokushin bow, martial arts two fist bow

This is a bow that you will see in some harder styles of Karate, like Kyokushin and Enshin. These are very powerful systems that focus on power and toughness (physical and mental). They desensitize themselves to pain, practice power striking, and generally do not move back in matches! Their bow is an expression of the toughness of their art.

They will also say “Osss” when they do the bow. This loosely translates as “I will work hard.”

 

Este é um arco que você vai ver em alguns estilos de Karate mais difíceis, como o Kyokushin e Enshin. Estes sistemas são muito poderosas que se centram sobre poder e resistência (física e mental). Eles dessensibilizar-se à dor, poder praticar golpes, e geralmente não se movem para trás em jogos! O arco é uma expressão da resistência de sua arte.

Eles também dizem “OSSs” quando eles fazem a curva. Isto traduz livremente como “Eu vou trabalhar duro.”

 

 

 

Pranam

martial arts bow with two hands pressed together

This bow is symbolically the most beautiful of all the bows. The pranam is the bow that you will see in Muay Thai and in some other South East Asian arts, such as some styles of Penchak Silat. South East Asia was heavily influenced by India, where this bow came from. This bow is done today in India by non martial artists when greeting one another.


In this bow, the palms come together in front of the heart, then comes up toward the forehead. The two hands coming together has several different symbolisms. One meaning is the symbolic unity of body and mind. The most spiritual interpretation is “I bow to the God / Spirit in you,” or “The God in me bows to the God in you.”


The palms going from the heart to the head is symbolic that the energy of the evolved martial artist revolves between the head and heart. It means that the practitioner seeks both wisdom (head) and love (heart). In India, the human body is said to have different energy centers. There are 7 centers in the spine and brain. The lower centers, from the tailbone up to the lower back, is considered the animal part of the body, responsible for procreation and other physical activities. The higher centers, from the heart up to the point between the eyebrows, known as the third eye, is what is considered the divine part of the body, where humans can direct their energy to evolve to higher levels. The point between the eyebrows is known as the center of wisdom, and the heart the center of love. Great martial artists are not just great fighters, they live their lives guided by wisdom and love, not enslaved by their habits.

 

Este arco é simbolicamente a mais bela de todas as curvas. O pranam é o arco que você vai ver em Muay tailandês e em algumas outras artes do Sudeste Asiático, como alguns estilos de penchak Silat. Sudeste da Ásia foi fortemente influenciado pela Índia, onde este arco veio. Este arco é feito hoje na Índia por não praticantes de artes marciais quando se cumprimentam.

Neste arco, as palmas se reúnem em frente ao coração, depois vem em direção a testa. As duas mãos se unindo tem vários simbolismos diferentes. Um significado é a unidade simbólica do corpo e da mente. A interpretação mais espiritual é “curvo-me perante o Deus / Espírito em você”, ou “O Deus em mim arcos ao Deus em você.”

As palmas que vai do coração para a cabeça é simbólico que a energia do artista evoluiu marciais gira entre a cabeça eo coração. Isso significa que o praticante procura a sabedoria (cabeça) e amor (coração). Na Índia, o corpo humano é dito ter centros de energia diferente. Existem 7 centros da coluna vertebral e cérebro. Os centros de menores, a partir do cóccix até a parte inferior das costas, é considerado a parte animal do corpo, responsáveis pela procriação e outras atividades físicas. Os centros superiores, a partir do coração até o ponto entre as sobrancelhas, conhecido como o terceiro olho, é o que é considerado a parte divina do corpo, onde os humanos podem dirigir suas energias para evoluir para níveis mais elevados. O ponto entre as sobrancelhas é conhecida como o centro da sabedoria e no coração do centro do amor. Grandes artistas marciais não são apenas grandes lutadores, eles vivem a sua vida guiada pela sabedoria e amor, não escravizada pelos seus hábitos.

 


What’s the point of bowing in the Martial Arts?

When you bow, you are practicing humility, respect, appreciation, and mindfulness. Each time you enter and leave the mat, and before and after training, you are associating these feelings with practice. If you do it sincerely enough times, you will associate your practice with the deeper benefits of training: humility, respect, appreciation, and mindfulness.


[span class=”approved”]There is another Eastern concept that many Westerners have not been exposed to, but it is powerful. There are physical actions you can take that will influence and guide your emotions, and these physical actions actually create an energy pattern in the body. Bringing your head down is a sign of submissiveness in the animal kingdom. Among martial artists, it is a sign of humility and receptivity.[/span]


Body language experts have done research that show that people that stand at attention, in a symmetrical stance while silent, will retain more information in a learning environment than others who do not assume the posture. This is one of the reasons you will see the military use this.

 

You may learn different skills in life, like how to drive, how to be an engineer, a new language, but how do you learn humility and the other deeper skills of the martial arts? The physical ritual of bowing is a reminder of the inner feelings that are associated with those actions. In this way you are creating and deepening the habits of peace, humility, respect, appreciation, patience, love, mindfulness, and wisdom.

 

 

Qual é o ponto de curvar-se nas artes marciais?


Quando se curvar, você está praticando a humildade, respeito, apreço e atenção. Cada vez que você entrar e sair do tatame, e antes e após o treinamento, você está associando essas sensações com a prática. Se você fizer isso, sinceramente vezes o suficiente, você irá associar a sua prática com os benefícios mais profundos da formação: humildade, respeito, apreço e atenção.

[span class = “aprovado”] Existe um outro conceito oriental de que muitos ocidentais não foram expostos, mas é poderoso. Existem ações físicas que você pode ter que irá influenciar e orientar as suas emoções, e estas ações físicas realmente criar um padrão de energia no corpo. Trazendo a cabeça para baixo é sinal de submissão, no reino animal. Entre os artistas marciais, é um sinal de humildade e receptividade.[/ Span]

Especialistas em linguagem corporal tem feito pesquisas que mostram que as pessoas que se destacam em atenção, em uma posição simétrica ao silêncio, irá reter mais informação em um ambiente de aprendizagem do que outras pessoas que não assumem a postura. Esta é uma das razões pelas quais você vai ver o uso militar presente.

Você pode aprender diferentes habilidades na vida, como forma de conduzir, como ser um engenheiro, um novo idioma, mas como você aprende a humildade e as outras habilidades mais profundo das artes marciais? O ritual de se curvar física é um lembrete dos sentimentos que estão associados a essas ações. Desta forma, você está criando e aprofundamento dos hábitos de paz, humildade, respeito, gratidão, paciência, amor, atenção e sabedoria.


Article By:

Ryan Fiorenzi

· blog: www.thebjjway.com

· school: www.eastwestmartialarts.com

· Upcoming training: www.bjjcamp.eventbrite.com

This Post Has One Comment

Leave a Reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Close Menu